Estes 4 erros de Controle de Estoque podem levar seu negócio à falência!

Estes 4 erros de Controle de Estoque podem levar seu negócio à falência!

Alguns erros no controle de estoque podem ser verdadeiramente desastrosos para um comércio.  O que você está fazendo para cuidar desa importante tarefa da sua empresa?

Muitos donos de comércio sofrem ao realizar o controle de estoque, seja ele manual ou digital, e algumas informações sempre acabam se perdendo no meio do processo. É preciso deixar claro que isso não pode, em hipótese alguma, acontecer!

Toda vez que o controle de estoque não reflete a situação real da empresa, quem perdem são os clientes (e você, claro). Um produto no mostruário, mas que está em falta, um item no e-commerce, que é comprado mas nunca chega… Há várias situações bastante frustrantes e constrangedoras, que podem afetar qualquer tipo de loja!

Pensando nisso, trouxemos 4 erros comuns do controle de estoque, para que você possa evitá-los a todo custo!

Quais são os 4 erros comuns do controle de estoque?

1 – não trabalhar ao lado de uma contabilidade especializada

Esse erro pode custar caro ao seu negócio, não só no que tange à administração do estoque, mas em todas as esferas da empresa. Não ter um controle efetivo sobre os impostos que são pagos, os custos que acontecem, o dinheiro que entra em caixa é perigoso.

A contabilidade, além de obrigatória, gera previsibilidade e segurança financeira para empresários como você. O controle de estoque é um dos aspectos aos quais o contador precisa se atentar, e ainda que não vá realizar o controle diretamente por você, te dará orientações valiosas sobre como fazê-lo, evitando problemas e dores de cabeça.

2 – não analisar a sazonalidade

Tanto a falta quanto o excesso de itens em estoque podem ser bastante prejudiciais para sua empresa. Isso gera custos!

Não compreender a sazonalidade de certos itens é algo que colabora bastante para esses problemas acontecerem. Portanto, analise as entradas e saídas, compare com seu estoque e veja quais produtos são mais ou menos procurados durante épocas específicas do ano. Prepare-se com antecedência, entenda se o mercado está favorável à compra e adquira quantidades mais precisas, evitando que elas encalhem ou faltem no estoque.

3 – não classificar a importância dos produtos

A classificação de produtos em estoque é importante para que você saiba o que realmente dá muito lucro à sua empresa, quais produtos devem ser comercializados por gerar recorrência e quais só geram prejuízo.

Esse tipo de trabalho pode ser realizado com o apoio de uma contabilidade especializada no comércio.

4 – manter tudo em papéis e planilhas

Esses métodos ultrapassados de controle não serão exatamente úteis para sua empresa. É preciso investir em algo mais sólido e confiável, como um software de gestão. Converse com seu contador a respeito do assunto e pesquise quais são as opções mais interessantes, de acordo com suas necessidades.

Conte com uma contabilidade especializada no seu tipo de negócio e que se adapta às suas necessidades. A Scont é uma contabilidade em Brasília, DF, e podemos auxiliar você em todas as operações da sua empresa, seja no controle de fluxo de caixa, na conciliação de pagamentos com cartão, no controle de estoque, na gestão de fornecedores ou mesmo nas rotinas financeiras e de departamento pessoal.

Entre em contato e conheça as possibilidades que temos para você!

Aproveite e leia também: folha de pagamento nunca mais – desburocratize processos!

No Comments

Post A Comment

×